terça-feira, 1 de setembro de 2009

O futuro dos alimentos???



Boa tarde!

Querido visitante,
assistindo este documentário "O Futuro dos Alimentos", me deparei com uma questão: precisamos realmente sofrer tudo isso?!

Bom, em primeiro lugar, para você entender melhor o meu raciocínio, te aconselho a ver este documentário, ou mesmo somente ver esta parte que estou postando aqui...só para você ter uma breve noção de como quero refletir esta questão.

Do meu ponto de vista - uma "crudívora-frugívora-vegana", bonito né?! rs - esta questão de plantar grãos, sementes e cia. em grandes quantidades, utilizando hectares e mais hectares para o consumo de uma minoria já não faz muito sentido.
Além do que - pra quem já vem acompanhando minhas postagens, já deve saber que, para mim, os alimentos ideais e que estão mais próximos da nossa fisiologia e anatomia, além de serem ecologicamente corretos, são primariamente AS FRUTAS (80%) e OS VEGETAIS (10 a 15%) além de pouquíssimas sementes - gergelim, linhaça e girassol - e castanhas (5% ou menos).
Só que ok... mais uma vez irei descrever quais são, realmente, os alimentos que priorizo...vamos lá:

- FRUTAS!!! todas! mas, em maior quantidade: bananas, mangas, melancia, mamão, caqui, tangerina, laranja, abacaxi, melão, maçã, perâ, uva etc... sendo que, cada uma dessas frutas tem suas variedades, além de nenhuma fruta ser igual a outra - então, se estás se perguntando "ué, cadê a variedade?! ela só come isso?!" - pense um pouco mais, ou melhor! experimente você mesmo...e verás!

- VEGETAIS! Tá, mais quais são eles? : alface e suas variedades (crespa, lisa, roxa, mimosa, americana, romana etc);
Repolho roxo ou branco cru;
Chicória;
Rúcula e agrião - em pouca quantidade;
Couve-flor e brocólis cru!!!;
Pepino;
Pimentão - somente vermelho e amarelo;
Quiabo cru! - em pouca quantidade;
Couve-chinesa crua - pouca quantidade;
Couve mineira crua - uso para fazer enroladinhos com frutas ou pra bater nas vitaminas, pouca quantidade tb, muito fibrosa;
Ervas frescas como salsinha, cebolinha, manjericão, alecrim, erva doce etc - só pra temperar, pouca quantidade tb;
Cenoura e Nabo - raízes contem muito amido - e nós não temos muita enzima amilase para digerir bem os amidos, então esses dois eu como esporadicamente e em pouca quantidade;
Milho e Ervilhas - como esporadicamente, pois é mais difícil de achar do que jeito que é recomendáavel comer e orgânico... eles dois podem ser consumidos crus! poucas horas depois da colheita - quando eles estão branquinhos (os milhos) e fresquinhos (as ervilhas)... é simplesmente DELICIOSO, DOCINHO e NÃO precisa temperar!!!

-Castanhas, sementes e nozes - como muito de vez em quando... aliás, as únicas que tenho comido são macadâmias, que consegui comprar de um pequeno produtor de São Paulo, e elas são cruas e orgânicas. E só. Quando consigo sementes ou alguma outra castanha crua e orgânica, aí então, eu consumo...se não... não como...afinal minha "dieta" é hipo-lipídica (baixo consumo de gorduras) - que pra quem ainda não sabe, as gorduras é que são as verdadeiras vilãs e que causam ,praticamente, a maioria das doenças degenerativas!

E por enquanto acho que é só... mas a cada dia vou descobrindo alguma coisa diferente, vou deixando meu corpo me dizer o que é saboroso, o que é palatável cru e SEM TEMPEROS (azeite, sal, shoyu e cia.) ... pois como sabem, não utilizo nenhum tempero, pois não precisa! A natureza nos dá tudo deliciosamente ... basta que saibamos escolher nossos alimentos da maneira certa. :-)


Mas, voltando ao documentário...
O que eu acho é que, realmente, estamos precisando olhar de outra forma para o que é o nosso alimento e o impacto que ele causa desde muito tempo.
Porquê? Porque como já venho falando aqui no blog, os grãos (arroz, trigo, soja, milho, aveia etc) não são alimentos muito adequados para o ser humano pois não conseguimos digerí-los e assimilarmo-os bem, não são palatáveis quando comidos crus, é preciso processá-los, cozinhá-los, tempera-los etc e tal... E, além de tudo isso, ainda é preciso fazer monoculturas para poder cultivá-los...causando todo esse impacto, que podemos ver nitidamente no documentário.

Agora, pense você comigo...
Eu procuro ter um estilo de vida que respeite desde do meu Micro - meu corpo, minhas reais funções fisiológicas, meu ser... - para isso se refletir no Macro - na minha cidade, no meu país, no Planeta.
Bom, meu "lixo" é 100% orgânico - só cascas, talos, e sementes; eu procuro sempre comprar meu alimento em feiras, e tento priorizar os orgânicos e de pequenos produtores; uso as minhas sacolas de pano; reutilizo as sacolas plásticas; normalmente, quando vou comprar eu vou de bicicleta e no final das contas, gasto muito menos dinheiro... além de, não ficar doente - então não preciso de remédios, médicos etc, e com isso não gero mais lixo de embalagens de remédios...; não consumo produtos industrializados - então não gero lixo de plásticos, pacotinhos, embalagens etc; não gero lixo dentro de mim, então além de não ficar doente, sinto-me muito disposta para viver, para me exercitar, para ser útil pra vida, pro que der e vier - DISPOSIÇÃO!ALEGRIA DE VIVER!FELICIDADE CONSTANTE! E até quando bate os momentos "críticos" rs, quando ficamos meio chateados, parece que sabemos lidar melhor com eles...
E tudo isso pra, ainda, falar que se comessássemos a plantar mais ÁRVORES frutíferas desde agora, imagina só o grande impacto positivo que seria para nós! Além do que, cada árvore dá, dá, dá, dá, dá muita fruta quando está na época! Uma árvore só já alimentaria muita gente...imaginem várias?!

Então, por hoje é só. Vídeo e reflexão. Questione-se. Reflita. E depois, se tiver alguma dúvida ou quiser saber mais alguma coisa neste assunto...me pergunte! Mande email (malu_maga@yahoo.com.br), deixe comentários...tudo isso é muito bem vindo!

Um grande beijo!
Malu

2 comentários:

Alfredo Akira Ohnuma Jr. disse...

Adorei tudo lido aqui! Me sinto mais inspirado para tentar seguir um novo estilo de vida. Sinto q to precisando renovar, transformar o q tá pegando e apreciar o q há de belo e verdadeiro. Mas ao mesmo tempo, me sinto um pouco deslocado ao meio de tudo isso q tem me atraído.. preciso de mais contato, de mais estudos, de mais auto-confiança.. mas enfim, obrigado por este momento! Hare Om!

Rocha disse...

Olá!
Meu seu blog é show, not°10 desejo muito sucesso e tudo de bom e estarei sempre por aqui
Um grande abraço
http://maximumforma.blogspot.com/